ImprimirImprimir

Modelo de mineração do Peru poderá ser implantado na CUTIA

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

raimundo-dnpnRaimundo Lopes, presidente da COOMIC está no Peru a convite de investidores interessados em fazer parceira com a cooperativa. O presidente viajou para o país na quinta-feira. No país sul americano  Raimundo Lopes irá conhecer um modelo de mineração moderno e que tem bom percentual de aproveitamento de minério, esse mesmo modelo poderá ser implantado na Cutia.

“Recebemos o convite e estaremos fazendo essa visita para conhecer esse modelo que segundo fomos informados tem alto índice de aproveitamento e é isso que desejamos para a Cutia, que possamos aproveitar bem o minério e dar resultados aos nossos sócios”, explicou o presidente antes da saída.

Raimundo Lopes fez questão de frisar que são várias as empresas interessadas em investir na Cutia e que está primando pela melhor proposta e serão essas melhores propostas que serão levadas para apreciação da sociedade.

O presidente deve retornar na próxima semana e estará acompanhando junto a justiça o processo de quebra do contrato com a Grifo, o fim desse contrato é também grande porta para que um novo investidor possa fechar parceria e iniciar os trabalhos na Cutia.

“Estamos confiantes e continuo agradecendo todos os sócios que confiam no nosso trabalho, muito em breve vamos ter as boas notícias que todos esperam, com fé em Deus que tem nos dado forças para trabalhar dia a dia”, findou o presidente. 

ImprimirImprimir

Presidente da COOMIC viaja para BRASÍLIA

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

presidente-lopes

O presidente da COOMIC Raimundo Lopes esta hoje em Brasília, duas rodadas de reuniões, a primeira no Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM e a segunda no Ministério de Minas e Energia. A rodada de reuniões faz parte de uma agenda pré-estabelecida de que visa integrar os interesses das cooperativas com as demandadas dos órgãos reguladores da mineração.

No DNPM a reunião será com o Diretor Geral Sérgio Dâmaso e será voltado o desenvolvimento mineral englobando parcerias e negociações para atender as normas reguladoras e legislação vigente da mineração. “Essa reunião é importante para que a cooperativa não deixe de cumprir suas obrigações e os nossos projetos que serão desenvolvidos em breve consigam o objetivo principal que é dar resultados aos garimpeiros”, comentou Raimundo Lopes.

Já a reunião no Ministério de Minas e energia será com as cooperativas e irá tratar de todo corpo mineral da região. A buscar por aprimoramento da mineração local será a principal pauta da reunião visando manter a garantia que os próximos projetos de não tenham problemas e possam se desenvolver.

“Apesar de estar em um momento muito importante na cooperativa com agendas importantes com empresas interessadas em investir na Cutia, não poderia deixar de participar dessa audiência a qual fui convidado, a COOMIC sempre trabalhou primando por cumprir as demandas dos órgãos competentes, por isso é uma das mais organizadas e sem nenhum problemas com os órgãos do Governo. E para manter isso precisamos estar sempre acompanhando as mudanças, regras e determinações dos órgãos competentes”, frisou Raimundo Lopes.

Retornando da capital nacional o presidente da COOMIC irá retomar as negociações com empresas interessadas em investir na área da Cutia, já apareceram algumas ideias de propostas que serão estudadas e outras que ainda serão recebidas assim que o presidente retornar da viagem.  E assim que concluir a analise técnica e jurídica das propostas elas serão levadas a apreciação da sociedade, é importante frisar que esse processo é lento como explicou o presidente.

“Tratar de mineração, como já dissemos é algo muito criterioso. Não podemos nos preocupar apenas em fechar uma parceria, é preciso não cometer os mesmos erros que foram cometidos por outras cooperativas, temos que manter o acerto da negociação das Curimãs, apresentar resultados e é por isso que nosso corpo jurídico e de técnicos da área de mineração estão debruçados sobre as propostas prévias apresentadas e estão a postos para analisar as demais que iremos receber assim que eu retornar de Brasília”, disse o presidente.

Para finalizar Raimundo Lopes fez como sempre faz. Agradeceu a compreensão dos irmãos garimpeiros sócios da Cutia. “Quero agradecer a vocês, pela compreensão, entendo que esperar é ruim como já disse também me incomoda essa espera, mas, é importante fazer tudo certinho para que tenhamos um resultado garantido e que seja duradouro, com um grande projeto e isso vai acontecer porque confiamos em Deus, e Ele está conosco. Vamos juntos ver a Cutia ser um grande projeto”.   

ImprimirImprimir

COOMIC e empresa interessada na montoeira devem se reunir na próxima semana

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

montoeira-lopesToda sociedade da Cutia, assim como todos os demais brasileiros sabem que nesse domingo teremos o 2º Turno das Eleições para presidente e em alguns estados para Governador. Processo esse que retarda inúmeros outros, como no caso da negociação da cooperativa com a empresa que esta interessada em tocar a montoeira.

A empresa solicitou audiência com o presidente da COOMIC Raimundo Lopes para a próxima semana, o objetivo é debater a possível parceria para aproveitamento da montoeira que já teve seus primeiros testes com resultado bastante animador.

“Meus irmãos garimpeiros, sei que estão todos na expectativa, apreensivos e esperando a nossa Assembleia para apresentar a proposta da empresa, mas como todos sabem essa gestão da COOMIC trabalha de forma séria, transparente e busca sempre a melhor opção. Foi assim que conseguimos ser a primeira cooperativa a dar alguma coisa aos sócios, e vamos fazer de novo, só que dessa vez queremos aumentar o valor, vamos trabalhar para fazer mais repasses e sempre brigar pelas melhores propostas”, afirmou Raimundo Lopes.

O presidente da COOMIC ainda disse: “Mesmo com a espera tenho certeza que vamos fazer um importante negócio para toda sociedade, estamos esperando a empresa na próxima semana e ai, depois da reunião vamos ter certeza de quais medidas vamos adotar para novamente surpreender o associado com algum valor. Porém tudo isso requer calma, atenção, estudos técnicos, acompanhamento jurídico e sobre tudo responsabilidade com o patrimônio dos verdadeiros donos de tudo, você sócios da Cutia”.

Para o presidente não há dúvidas que em novembro seja possível realizar a Assembleia para tratar dos projetos que com fé em Deus serão implantados, mas para isso é necessário ter essa audiência com os diretores da empresa interessada que já está agendada para próxima semana.

“Quero agradecer meus irmãos garimpeiros, pedir desculpas pela demora, mas quero que entendam. Tratar de mineração é necessário muita responsabilidade e cautela, por isso estamos agindo dessa forma, para que você, sócio e dono de tudo seja o grande beneficiado. Não temos tempo para perder com erros, com contratos mal feitos ou parcerias que não funcionem, nosso objetivo é fazer boas parcerias, e com fé em Deus, dar resultado positivo, entregar nas mãos dos sócios o que é seu, já fizemos uma vez, e com as benção de Deus vamos fazer de novo em um curto espaço de tempo, podem confiar, é assim que essa diretoria trabalha, com seriedade, dinamismo e responsabilidade”, reforçou Raimundo Lopes.

Para finalizar o presidente agradeceu a todos, pediu que fiquem atentos para convocação da Assembleia e desejou a todos bons votos nesse dia 26, que cada um possa refletir e votar com convicção e fazer o melhor para o nosso país e para os seus estados.

“Um grande e forte abraço a todos, fiquem com Deus e nos aguardem semana que vem estaremos trazendo as novas notícias sobre a audiência com a empresa e os rumos que deverão ser tomados”, finalizou Raimundo Lopes, presidente da COOMIC.

ImprimirImprimir

Parabéns aos aniversariantes de outubro

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

niver

Aniversaria hoje dia 08 de outubro Markélia Azevedo, a competente secretária da COOMIC que a quase quatro anos faz parte do quadro funcional da cooperativa, atuando principalmente no setor organizacional e atendimento aos cooperados. Também hoje quem completa mais um ano de vida é João Moreira Dias, presidente do Conselho Fiscal da entidade, uma excelente pessoa, comprometido e defensor da sociedade.

 
No dia primeiro deste mês quem completou mais um ano de vida foi Francisco Correia Oliveira, que atualmente ocupa o cargo de diretor financeiro da cooperativa. Aos três os mais sinceros parabéns de toda família da COOMIC, em especial do presidente Raimundo Lopes que agradece o empenho e dedicação que cada um dispensa para ajudar a alavancar essa cooperativa e sempre dispensar atendimento digno aos sócios. 
 
E como nosso presidente Raimundo Lopes sempre gosta de fazer, deixou uma reflexão Bíblica aos aniversariantes: "O Senhor te abençoe e te guarde; o Senhor faça resplandecer o seu rosto sobre ti e te conceda graça; o Senhor volte para ti o seu rosto e te dê paz" Nm 6-24-26

 

ImprimirImprimir

Testes na montoeira entram em fase final e sociedade se prepara para uma possível Assembleia em outubro

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

trabalhoFoi concluída com sucesso a primeira fase dos testes na montoeira da Cutia e para o presidente da COOMIC Raimundo Lopes: “Os resultados foram muito positivos”. Os testes iniciais apontaram que há uma concentração boa de ouro, mas será agora na segunda fase desse teste que a cooperativa saberá quanto poderá ser extraído por tonelada de material.

No primeiro momento foram conduzidas apenas uma parte superficial da montoeira, agora os testes serão feitos com material mais acumulado e é esse material que vai definir quanto poderá ser extraído por tonelada.

material“Apesar de ser um trabalho simples requer muita cautela por isso demoramos um pouco a ter o primeiro resultado, mas acreditamos que o resultado da segunda fase do teste de amostragem deve ser concluído em menos de dez dias e a partir devemos nos próximos dez dias sentar com a empresa que poderá ser nossa futura parceira para debater detalhes da negociação sobre percentual. Quando tudo tiver resolvido nós iremos anunciar a publicação do edital de convocação para uma Assembleia que pretendemos realizar até o final de outubro. Uma vez acertado com a empresa, aprovado em Assembleia pela sociedade queremos dá início ao projeto de beneficiamento de toda montoeira” explicou Raimundo Lopes.

O que está sendo feito agora é o trabalho de retirada de um material mais aglomerado da monteira que será levado a planta de beneficiamento onde será possível saber quanto poderá ser retirado por tonelada e quanto tempo esse trabalho deve durar.

olhando-materialDocumentação - Tanto o presidente da cooperativa quanto os diretores da empresa que pretende fecha a parceria tão logo seja concluída a segunda fase dos testes já estão se mobilizando para concluir a documentação necessária para que o projeto de aproveitamento do material possa seguir legalmente.

Os tramites passam por alvarás, licenças e documentações fiscais e por isso os departamentos jurídicos e administrativos da cooperativa e da empresa já estão se mobilizando para que toda essa documentação possa ser adquirida tão logo sejam concluídos os testes.

“Não estamos descuidado de nada nem dos processos jurídicos nem administrativos de documentação ou quais quer que sejam os tramites necessários para que possamos implantar  o projeto, e claro respeitando nossos associados que confiam no nosso trabalho e na seriedade dessa administração da COOMIC. Fomos eleitos e reeleitos e essa confiança não vamos desapontar com fé em Deus, e crendo nesse Deus que vamos em frente e o mais rápido possível queremos poder dar “outra pipoca” a sociedade esperamos que essa seja mais duradoura e será se for a vontade de Deus”, disse Raimundo Lopes.

montoeira“Para finalizar desejo a todos um ótimo final de semana que será decisivo para nosso país com as eleições deste domingo dia 05 de outubro. Bom voto a todos e fiquem com Deus”.

ImprimirImprimir

Começa avaliação da montoeira da Cutia

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

conversa-montoeira

Raimundo Lopes conversa com responsável pelo moinho

 

Esta semana começou o carregamento das primeiras amostras da montoeira para o moinho de britagem. Esse processo será feito com uma quantidade que será suficiente para determinar se é viável o aproveitamento do material. Pela experiência dos antigos garimpeiros da vila não há dúvidas que dali será possível tirar uma boa quantidade de minério.

“O que acontece nesse momento é uma avaliação técnica, nós antigos garimpeiros conhecemos bem essa área a apostamos que o resultado será positivo tanto para empresa que poderá a vir ser nossa parceira quanto para sociedade da Cutia”, comentou Raimundo Lopes, presidente da COOMIC, que esta semana esteve indo com frequência a Cutia para acompanhar de perto o início da avaliação.

observando-amostrasNo moinho foram feitos reparos para garantir o máximo aproveitamento do minério que será processado como teste de avaliação, um processo acompanhado de perto também pelo Conselho Fiscal da cooperativa: “Estamos 24 horas aqui vendo de perto todo processo porque é nossa responsabilidade fiscalizar as atividades da cooperativa, parceiros ou futuros parceiros”, comentou João Moreia Dias, presidente do Conselho Fiscal.

Assim que forem concluídas as primeiras apurações e resultados da montoeira Altair Thó diretor presidente do Grupo MT Participações e Alexander Dunajew Jr, sócio diretor da empresa devem retornar a região para avaliar o resultado e a partir daí discutir uma parceria com a COOMIC.

“Estamos trabalhando todos os meios possíveis de voltar a dar resultados positivos aos nossos irmãos, daí surgiu a ideia de explorar a montoeira e estamos fazendo o processo pelo caminho certo, primeiro iremos ver o potencial, depois discutir uma parceria que seja boa para a empresa, mas que também seja boa para nossa sociedade da Cutia”, comentou Raimundo Lopes.

O processo inicial consiste em conduzir uma amostra da montoeira para um moinho onde será feito aproveitamento dessa amostra e o resultado será repassado e passado a cooperativa e a empresa que pretende fechar a parceria, um trabalho que deve ser concluído em curto prazo de tempo como prevê os operadores do moinho.

recebendo-informacoes-do-aproveitamento“Como nossos irmãos podem ver, a COOMIC não parou, estamos trabalhando sempre para dar algum resultado aos sócios que confiam e acreditam no nosso trabalho, não é fácil, é cansativo, acabamos nos preocupando muito, mas compensa em saber que estamos à frente de uma cooperativa séria e que tem uma sociedade parceira que espera paciente pelo resultado do nosso trabalho que muito em breve  vai estar novamente nas mãos dos nossos sócios. Como sempre dizemos, o que é dos nossos irmãos garimpeiros vamos entregar a cada um, para isso que trabalhamos todos os dias confiando em Deus e contando com esse apoio de cada um dos nossos 9 mil sócios espalhados pelo Brasil”, finalizou o presidente.