RESOLUÇÃO – ATUALIZAÇÃO DAS OBRIGAÇÕES ESTATUTÁRIAS

O Conselho de Administração da Cooperativa Mista do Garimpo da Cutia – COOMIC, no uso de suas atribuições estatutárias resolve determinar o prazo de 20/04 à 20/07/2016 para que os associados atualizem suas obrigações estatutárias conforme rege o Estatuto Social da entidade.

Essa atualização leva em consideração que as atividades de extração de minérios existentes na área de controle da Cooperativa estão em processo de implantação para breve funcionamento. E que em sequencia a entidade estará fazendo repasses de dividendos dos valores derivados de sua produção mineral.

Portanto o associado deverá está em dias com suas obrigações estatutárias, cadastro atualizado e assim estará apto a participar de todos os benefícios, atividades e decisões da entidade.

“Quero agradecer imensamente aos meus irmãos garimpeiros na certeza que cada passo dado nos traz mais alegria em saber que estamos horando o nome do Senhor, e também fazendo valer a confiança dos nossos irmãos sócios da COOMIC espalhados em todas as partes do Brasil. Ainda temos muito trabalho pela frente, mas estou certo que com a ajuda do nosso Deus, apoio dos nossos sócios vamos chegar ao nosso objetivo”, comentou o Raimundo Lopes.

Para finalizar o presidente lembrou a importância dessa atualização para que todos estejam enquadrados no que rege o Estatuído Social e assim participar de todas as decisões e benefícios referentes à cooperativa: “A COOMIC é de vocês, portanto todos precisam estar atentos, atualizados e acompanhando de perto tudo que essa diretoria faz, pois trabalhamos por vocês e pelo sucesso da nossa entidade. A todos o meu forte abraço, tenho certeza que o Senhor Deus vai continuar abençoando o nosso trabalho e todos os irmãos sócios da COOMIC”, finalizou Raimundo Lopes.

Do dia 05 à 21 de junho uma caravana da cooperativa estará em algumas regionais realizando essa atualização. Segue roteiro:

 

rota

Segue abaixo a RESOLUÇÃO 004/2016.

001

COOMIC REALIZA MAIS UMA ASSEMBLEIA TRANQUILA E CHEIA DE EMOÇÕES

Presidente faz a abertura dos trabalhos

Presidente faz a abertura dos trabalhos

A sociedade garimpeira da COOMIC – Cooperativa Mista do Garimpo da Cutia todos os anos tem o que comemorar, na Assembleia Geral Ordinária – AGO do dia 20 de março realizada na vila da Cutia a 18 km da sede do município de Curionópolis, os sócios aprovaram as contas da cooperativa e elegeram o novo Conselho Fiscal.

As votações foram aprovadas por unanimidade pelos sócios da entidade. Aprovadas as contas foram apresentados os novos Conselheiros Fiscais da cooperativa: Efetivos: Maria de Jesus Lima Mendes – Mat. 8785, João Moreira Dias – Mat. 108, Vicente de Oliveira Araújo – Mat. 130. Os suplentes são: Júlio Ferreira da Silva – Mat. 8445, José Lindomar Borges da Costa – Mat. 4789 e Raimunda Ferreira do Nascimento – Mat. 8912.

“Eu sempre me surpreendo com meus irmãos garimpeiros, são realmente minha família, mais uma vez provaram a confiança que tem em nossa diretoria e é por isso que trabalhamos com seriedade e responsabilidade para honrar essa confiança”, disse o presidente Raimundo Lopes.

Raimundo Lopes se emociona durante Assembleia

Raimundo Lopes se emociona durante Assembleia

Os sócios da COOMIC também foram surpreendidos com uma planta de beneficiamento de minério que está sendo construída na vila: “A planta faz parte de um projeto piloto e tão logo as licenças sejam liberadas vamos fazer os testes no material”, explicou o presidente.

A planta faz parte do projeto de parceria aprovado em Assembleia realizada março de 2015, na ocasião, técnicos do Peru apresentaram um plano de aproveitamento mineral e as tecnologia que seriam utilizadas: “Exatamente os equipamentos que puderam ser vistos na Cutia são os que estão chegando na vila para dar avanço em um projeto com objetivo de mais uma vez dá respostas positivas aos nossos irmãos garimpeiros”, comentou Raimundo Lopes.

Quando se refere a mais uma vez dá resposta positiva, o presidente da COOMIC se refere a passar algum dividendo aos sócios, até hoje a cooperativa foi a única a repassar aos sócios algum valor referente a um aproveitamento mineral.

“É assim que trabalhamos, com transparência, seriedade e responsabilidade. Não paramos e Deus tem abençoado nosso trabalho por isso conquistamos tantos avanços e quando uma coisa não dá certo de uma forma, Deus abre outra porta e dá certo de outra maneira, foi o que aconteceu e por isso estamos mostrando resultado do trabalho”, reforçou o presidente.

Novo Conselho Fiscal eleito

Novo Conselho Fiscal eleito

Raimundo Lopes que durante a Assembleia se emocionou várias vezes, a primeira com o louvor da pequena Stafane, que entoou um hino falando de vitória agradeceu emocionado aos sócios presentes a Assembleia, e disse que também entende os que não puderam vir a Cutia: “Não está fácil para ninguém, por isso compreendo muitos dos nossos irmãos não terem podido vir a Assembleia, mas isso não nos desanima, pelo contrário nos dá coragem e força para continuar trabalhando para que em breve possamos estar todos juntos comemorando nossas vitórias”.

 

 

 

Modelo da planta que está em faze de construção na Cutia

Modelo da planta que está em faze de construção na Cutia

CUTIA DEVE MONTAR A USINA DE BENEFICIAMENTO NO INÍCIO DE 2016

Moinho de bolas

Moinho de bolas

Meus irmãos garimpeiros quero agradecer de coração cada um que tem apoiado, incentivado e tido a paciência de esperar que as coisas aconteçam em nossa cooperativa. Não foi um ano fácil pra ninguém. Todos sabem da crise que afetou o país, todos os setores tiveram problemas, na mineração não foi diferente, mesmo assim a diretoria da COOMIC não desanimou e continuou a busca para implantar nosso projeto na Cutia como sempre anunciamos.

Presidente chegou a ir a China atrás de parceria

Presidente chegou a ir a China atrás de parceria

Tínhamos prometido que até o final do ano estaríamos com o projeto em funcionamento, infelizmente devido a todos os problemas, que não são só da cooperativa não foi possível começar as atividades, mas concluímos um ano em meio a toda turbulência bem adiantados. Vejam por que:

O plano ‘A’ era esse, dar inicio a produção ainda em 2015, viajamos, fomos em alguns países, conhecemos tecnologias, discutimos com empresas interessadas, fizemos propostas e aguardamos resultado, tudo durante esse ano. Como o plano ‘A’, não deu certo, partimos para o plano ‘B’, conforme já tínhamos anunciado e tínhamos aprovado em Assembleia na Cutia em março desse ano.

Equipamentos da Usina estão quase prontos para ir para Cutia

Equipamentos da Usina estão quase prontos para ir para Cutia

O plano ‘B’ consiste em unir pequenos empreendedores e investidores do Brasil, profissionais da área de mineração do Brasil e do Peru como mostramos na Assembléia e desenvolver o projeto.  Durante esse ano de 2015 nos reunimos com varias empresas mineradoras, levamos propostas e esperamos as respostas, mas como até agora não houve nenhum contato, a cooperativa não pode parar e continuou trabalhando no plano B, que é união de um grupo para extração do minério como vocês viram na Assembleia. Usando tecnologia peruana, capital de lado, investidor de outro, equipe de geologia de outro continuamos o processo e o grupo está formado para tocar o projeto na Cutia.

b6a473fb-11ea-420c-a66e-b4218a6161f4

Presidente conferiu de perto os equipamentos

Agora queremos parabenizar a toda sociedade que aguardou pacientemente e com confiança torcendo, orando e incentivando essa diretoria e por isso não paramos um minuto, e o resultado foi positivo, estamos concluindo a fabricação de uma usina aqui mesmo na região. Nosso projeto é deixar essa usina toda no pé da obra para entrar 2016 com início de montagem da usina, conforme vocês podem ver nas fotos.

Vocês sabem meus irmãos que não é fácil montar um projeto de mineração no Brasil, por isso sofremos bastante atrás das documentações, em Marabá-PA, Belém-PA e Brasília-DF, buscando as licenças que não são fáceis, são várias processos que algemam o andamento da mineração, por isso essa demora que impediu de funcionar ainda esse ano, é muita burocracia.

af434532-4bbd-4c61-a06c-4d08807ed4f3

Estrutura atende a demanda da Cutia

Tudo que essa diretoria deveria fazer para dar entrada nessas licenças para o andamento do projeto foi feito, agora estamos aguardando passar o recesso de final de ano e nesse meio tempo vamos deixar toda a usina na área no ponto de montagem, assim que saírem as licenças vamos começar as atividades, se Deus quiser.

Mais uma vez agradecemos a todos nossos irmãos garimpeiros sócios da COOMIC pelo companheirismo, amizade e confiança que vocês tem por essa diretoria, tenham certeza que Deus está no comando desse projeto e que tudo vai dá certo. Mais uma vez de coração, muito obrigado a todos.

Queremos aproveitar este momento para desejar a todos um Feliz Natal, cheio de paz, alegrias, amor, felicidade e que o ano de 2016, seja um ano nosso de conquistas e vitórias. Vamos juntos continuar unidos porque cada passo que damos é um passo rumo ao sucesso de nosso povo garimpeiro sócio da Cutia.

Esses são os votos e agradecimentos de toda diretoria,

Um forte abraço do seu amigo e irmão;

Raimundo Lopes,

natal-coomic

 

SEMAS FAZ VISTORIA TÉCNINA NA ÁREA DA CUTIA

A diretoria da COOMIC em nome do presidente Raimundo Lopes agradece de coração a todos os irmãos garimpeiros que tem tido paciência e entendem que o momento é difícil, não só para cooperativa, mas para o país que enfrenta uma série de dificuldades. Mesmo com todos os problemas e desafios a cooperativa continuou com suas atividades normais e buscando melhorias para todos os sócios.

Equipe foi recebida pelo presidente da COOMIC Raimundo Lopes

Equipe foi recebida pelo presidente da COOMIC Raimundo Lopes

O primeiro passo necessário foi à alteração do site da COOMIC que ainda está em faze de atualização com um modelo mais claro e de fácil leitura. Além disso, também serão colocadas outras funções para que o sócio possa interagir mais com a diretoria.

Técnicos conheceram as estruturas da área

Técnicos conheceram as estruturas da área

Enquanto o site entrava manutenção, e o Brasil passa por recessão a diretoria não perdeu a esperança, a fé e a boa vontade de fazer as coisas acontecer, tanto que o presidente Raimundo Lopes tem viajando constantemente em busca dessas melhorias.

Equipe esteve na área da antiga cava da Cutia

Equipe esteve na área da antiga cava da Cutia

A melhor notícia até o momento foi à vinda de uma equipe de Secretaria de Meio Ambiente e Sustentabilidade do Estado do Pará – SEMAS que realizou visita técnica na área de 629 hectares atendendo uma solicitação feita pela cooperativa. O motivo da vistoria realizada pela engenheira ambiental Drª Fernanda e a geóloga Drª Elizete é para que a SEMAS libere um projeto ambiental que está em andamento.

A vistoria aconteceu na manhã desta quinta-feira dia 15, e as informações colhidas pela engenheira e geóloga serão levadas para Belém, onde serão analisados, estando tudo correto então a COOMIC fica apenas aguardando a liberação do projeto ambiental.

“Meus irmão, mais uma vez do fundo do meu coração quero agradecer a todos que nos ajudaram orado, torcendo e se informando por telefone sobre as novidades. Quero dizer que não paramos, às vezes é necessário esperar, enfrentar as burocracias e entender que não é só a nossa vontade. Mesmo assim quero dizer que Deus tem nos dado vitória e estamos mantendo a cooperativa aberta os trabalhos funcionando e o mais importante estamos correndo atrás para que as coisas aconteçam na Cutia”, disse o presidente Raimundo Lopes.

Além de agradecer os sócios o presidente deixou uma mensagem de otimismo: “Não se preocupem todo desafio enfrentado será vencido porque Deus está com a gente e apesar de ter que esperar os processos, as dificuldades, estamos vendo dia a dia que tudo vai dar certo. E podem ter certeza que não vamos demorar muito tempo a trazer mais novidades ainda. Como eu disse tudo vai dar certo porque quem tem guiado a COOMIC é Deus e nós estamos seguindo a vontade dEle” finalizou o presidente.

A visita técnica de hoje era aguardada há algum tempo e a partir delas as coisas poderão acontecer mais rapidamente na Cutia. O departamento de comunicação da cooperativa informa como foi dito antes que ainda irão acontecer algumas alterações no site para melhorar a comunicação com a sociedade.

Novas Carteiras da Coomic Já Estão Sendo Liberadas

Quase mil  novas carteiras já foram entregues aos associados da Coomic nas ultimas duas semanas quando iniciou as confecções através de uma maquina impressora adquirida  pela cooperativa no mês passado. O processo de confecção é moderno e seguro garantindo a idoneidade das informações contidas no documento.

Quem chega à sede administrativa da Coomic, em menos de 20 minutos, já saia com a nova carteira nas mãos.  Foi o que atestou o sócio Jose Gentil de São Luis que levou para a sua cidade cerca de 60 novas carteiras dos sócios que já tinham sido confeccionadas.

O processo de confecção dos documentos só é feito após conferencia e confirmação dos dados cadastrais junto a COOMIC, um trabalho executado em conjunto com os setores de comunicação e administração da cooperativa com acompanhamento intensivo dos diretores e do Conselho Fiscal.

“Queremos concluir a impressão das carteiras sem que haja nenhum problema com documento e não sejam necessárias correções, por isso determinamos que seja feito um trabalho minucioso de inserção dos dados tanto no documento quanto no novo programa de computador que está sendo implantado na COOMIC”, explicou Raimundo Lopes.

Os sócios que tem procurado à cooperativa ou tenham solicitado dos seus representantes que venham a sede da COOMIC buscar suas carteiras estão sendo atendidos de imediato e já saem de posse das novas carteiras.

PLANO DE SAÚDE

Continua a empreitada do presidente Raimundo Lopes para que os sócios da entidade sejam beneficiados com Plano de Saúde Individual. O Bradesco Saúde deverá oferecer o serviço. Conversa neste sentido foi realizada em Brasília entre o presidente Raimundo Lopes com os empresários Bruno Jorge Mota e Edmundo Borges que irão intermediar o convenio.

A meta é alcançar até o final deste ano uma adesão de pelo menos 2.500 sócios na primeira fase. O custo do Plano de Saúde individual será conhecido após analise da proposta que será enviada ao Bradesco Saúde.

CARTÓRIO

Já instalado e devidamente corrigido o programa que está gerenciando os dados dos sócios da COOMIC agora recebe os dados dos cartórios, as informações extraídas da planilha, existente na sede da entidade e/ou enviados pelos sócios através de cópias dos documentos estão sendo minuciosamente conferidos e inseridos no novo programa de computador.

Esse trabalho também irá facilitar o processo de envio de dados até o Banco do Brasil onde a COOMIC fechou parceria no sentido de abrir contas dos sócios para que futuramente venham receber os resultados dos projetos quando estes estiverem em produção.

“Estamos atentos a todas as fazes do projeto, e com visão futura atentamos para a necessidade de se preparar para a divisão dos resultados que é grande sonho do povo garimpeiro, e também da nossa diretoria, algo que vamos realizar de forma transparente e completamente organizada”, finalizou Raimundo Lopes, presidente da COOMIC.

Coomic lança projetos sociais voltados para a comunidade, de olho no desenvolvimento econômico da nova Mina da Cutia

A Coomic lançou ontem um panfleto informativo com os futuros projetos sociais que serão desenvolvidos pela cooperativa voltados para a Vila da Cutia, local onde moram as famílias remanescentes do antigo garimpo e que carece de atenção.

Para o presidente da Coomic, Raimundo Lopes, os projetos em assistência social, lazer e geração de renda por meio de parcerias com o Governo Municipal e incentivo do Governo do Estado, além de  melhorar a qualidade de vida da população assistida,  servirá também,  como ponto de equilíbrio para a completa viabilidade e harmonia dos projetos econômicos como a implantação da mina da Nova Cutia.

“Os nossos projetos econômicos terão que caminhar juntos com os projetos sociais e sustentáveis voltados para a comunidade”, disse o presidente durante o lançamento do  “planfeto informativo”.

No informe o presidente entre outras coisas afirma: “Com esses projetos será possível gerar empregos diretos e indiretos na vila da Cutia e região. Assim vamos mudar a cara de nossa comunidade, isso é o que chamamos de união, trabalho e desenvolvimento”, afirmou Raimundo Lopes.

E não é atoa que Raimundo Lopes pense dessa forma diante dos fantásticos resultados revelados pelas pesquisas feitas em 18 furos de sondagens na área dos 629 hectares onde será instalada a partir de 2015 a grande mina de ouro, prata, cobre e platina da Cutia.

Depois de mandar detalhar todo o relatório apresentado no inicio do mês passado pela empresa Grifo Pesquisa Mineral Ltda, que desenvolve os trabalhos de pesquisas, os sócios da Coomic comemoram os resultados parciais obtidos até o momento. Os dados revelam que a Cutia apresenta um potencial extremamente promissor para conter jazidas econômicas de ouro, prata, platina  e cobre.

Por causa de um futuro próspero que se aproxima para a redenção dos 9 mil garimpeiros sócios da Coomic, as palavras chaves  “Produtividade, Competitividade e Compromisso Social” são exigências que estão na ordem do dia do presidente Raimundo Lopes, como requisitos para o sucesso e a sustentabilidade dos negócios.

O dirigente disse ainda, que a sua diretoria  tem um compromisso especial com o bem-estar das pessoas, gerando novas oportunidades, estimulando o voluntariado e, acima de tudo, fazer com que colaboradores e a comunidade cresçam juntos.

“O mais importante de tudo isso, é que a sociedade da Coomic tem a plena consciência de que a contrapartida social  da nossa cooperativa é um ato de grande relevância  por promover a coesão do relacionamento com a comunidade local e  contribuindo para o desenvolvimento sustentável”, disse Raimundo Lopes.

No planfeto informativo que está sendo distribuído a todos os sócios da Coomic e, principalmente, dirigido  aos moradores da pequena Vila  da Cutia, destaca seis grandes projetos que visam melhorar a qualidade de vida da população remanescentes do ex-garimpo da Cutia.

Em parceria com o Governo Municipal de Curionópolis e o Governo Estadual do Pará, o projeto da Coomic visa montar um Centro Comunitário na Vila para o desenvolvimento de cursos profissionalizantes e qualificação profissional, alem do atendimento médico, odontológico, oftalmologista e pediátrico.

Com a implantação de uma Oficina de Artesanato, a Coomic vai ajudar os moradores da Cutia a desenvolver a logística da produção do artesanato, inclusive promovendo feiras em Curionópolis, Parauapebas e Marabá como forma de divulgar o potencial criativo do futuro polo artesã. O projeto também visa desenvolver uma estrutura hortifrutigranjeira comunitária para incentivar a produção de hortaliças e a pequena criação. A capacitação dos moradores será feita pela Embrapa (Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária).

Uma UTI Móvel para o pronto atendimento na comunidade será o grande esforço a ser feito por Raimundo Lopes, já que esse tipo de equipamento-médico hospitalar sempre foi uma das maiores necessidades da população da Vila da Cutia. Um posto policial também será construído  com o objetivo de dar mais segurança à comunidade. Na área dos esportes voltados para crianças, jovens e adultos, um dos mais importantes compromissos da Coomic está na construção de um campo society. Em uma carta dirigida aos sócios da Coomic, o presidente Raimundo Lopes fala sobre esse grande momento de muita expectativa vivido por todos.

Sociedade da Coomic Comemora Resultados da Mina da Cutia e Não Abre Mão Da Reeleição de Raimundo Lopes da Presidência da Cooperativa

Os excelentes resultados iniciais das pesquisas feita em apenas 18 furos de sondagem, somando 2.072m perfurados na rica área 629 hectares, foram comemorados pelos 9 mil associados da Cooperativa Mista dos Garimpeiros da Cutia, que já dão como certo, a total viabilidade econômica de uma grande mina na produção do ouro, prata, platina e cobre.

Os resultados das pesquisas, somadas à boa e transparente administração da diretoria da Cutia, fez com que a sociedade garimpeira redobrasse sua confiança no presidente Raimundo Lopes (foto) e deseja mantê-lo na presidência da Coomic, já que a sua reeleição  ocorrerá daqui a sete meses.

“Time que está dando certo não se deve  tirar de campo”, resumiu o líder garimpeiro Wellington Alves, um dos sócios fundadores da Coomic, ao afirmar que nos últimos três anos, a cooperativa deu saltos importantes para se tornar uma empresa  produtiva, graças ao empenho, ao esforço e a lealdade do presidente Raimundo Lopes.

“Apesar de sermos 9 mil sócios, no entanto  não vejo  neste momento, ninguém mais preparado do que o presidente Raimundo Lopes,  para continuar conduzindo  a Coomic em um próximo mandato a partir de março de 2014, quando certamente a sociedade fará questão de apoiar e lutar pela sua reeleição”, disse Wellington.

O que diz Wellington, é uma síntese do sentimento geral e unânime  que sente todos os líderes e representantes da Cooperativa Mista dos Garimpeiros da Cutia  espalhados pelo Brasil a fora.

Muitos se orgulham de ver hoje a Coomic sendo destacada como uma cooperativa organizada e bem estruturada, caminhando para um cenário produtivo e econômico com três grandes projetos que estão sendo implantados simultaneamente.

A repercussão sobre a publicação dos resultados dessa primeira fase das pesquisas feitas na área dos 629 hectares da Cutia foi intensa no meio dos garimpeiros sócios da Coomic, bem como entre os garimpeiros sócios das outras cooperativa dos Distrito Mineiro de Serra Pelada.

Primeiro, pela lealdade e a determinação do  presidente Raimundo Lopes  em dar conhecimento à sua sociedade dos excelentes teores encontrados em um raio de cinco quilômetros sondados na área da Cutia.

Segundo, pelo potencial encontrado na área o que transforma a Coomic numa cooperativa forte e destacada entre as demais co-irmãs da região.

Basta ver os resultados encontrados na área do Pit-Oeste, uma zona de brecha com 250m de extensão em superfície, onde foram encontrados resultados de até 13,76g/ouro + 3,90g/prata e 2% de cobre.

Já na área do Pit-Este, a mais rica, foi encontrada uma zona de brecha, também com 250m de extensão na superfície, com valores de até 20,69g de ouro + 223g de prata + 18,47% de cobre, valores que caracterizam um filão com zonas extremamente ricas, embora com pequenas espessuras.

Considerando a média de todos os valores, o filão intersectado pelo furo 9, apresenta 5,35 metros de espessura mostrando valores de ouro de 7,18g + 25,09g de prata + 2,61% de cobre.

A segunda etapa das pesquisas de sondagens vai ser intensificada até o próximo ano. Investimentos adicionais e bem maiores deverão ser feitos em 2015, para preparar a mina e coloca-la em produção.

Para a maioria absoluta da sociedade garimpeira da Cutia, esse importante trabalho realizado por Raimundo Lopes à frente da Coomic tem que continuar sendo de suma importância garantir a renovação do mandato do presidente, em marco do próximo ano.

 

Por Wanderson Costa
Jornalista/Chefe de Comunicação da Coomic