ImprimirImprimir

SÓCIOS DA COOMIC APROVAM FIM DO CONTRATO COM A GRIFO

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

Presidente conversou de perto com os sócios da COOMIC

Presidente Raimundo Lopes conversou de perto com os irmãos garimpeiros

 

Mais uma vitória da sociedade garimpeira da Cutia, que novamente demonstrou total confiança na diretoria da entidade encabeçada pelo presidente Raimundo Lopes, que publicou um edital otimista que além de ter na Ordem do Dia a prestação de contas do exercício 2014, eleição e posse do Conselho Fiscal, também levou otimismo com a apresentação de uma parceria que visa à exploração mais ágil da área de 629 hectares.

Sociedade aprovou por unanimidade fim do contrato com a GrifoA sociedade também aprovou o fim do contrato de parceria com Grifo Geologia e Participações LTDA: “Apesar de ser um processo que tramita na justiça, a sociedade não poderia ficar parada nem a nossa diretoria, por isso para fortalecer o processo a mesma sociedade que aprovou a parceria, agora vota o fim”, explicou o presidente.

O fim da parceria foi motivado pelo descumprimento das cláusulas contratuais principalmente porque a empresa simplesmente parou as pesquisas e qualquer atividade na área da Cutia: “E isso não podemos deixar acontecer, ficar de mãos atadas com mais de oito mil sócios esperando, de forma alguma, por isso sempre buscamos alternativas”, afirmou Raimundo Lopes.

Colocada em discursão, e em votação o fim do contrato de parceria com a Grifo, foi aprovada por unanimidade, atendendo o anseio de toda sociedade que já não aguenta mais o descaso da empresa e a demora em que os projetos produzam: “Nós queremos mesmo que a Grifo saia e deixe que a COOMIC trabalhe e produza”, disse Carla, sócia da cooperativa que veio de Breu Branco para a AGO.

Aprovadas as contas, eleito o Conselho Fiscal e aprovado o fim da parceria coma Grifo, a cooperativa apresentou uma equipe de técnicos que estão fazendo parceria para desenvolver o projeto de aproveitamento mineral que conta com administrador, investidor, engenheiros e geólogos que estão estudando o potencial para aproveitamento tanto do material primário, quanto secundário, dentre os profissionais está o engenheiro Guamarra, peruano que fez analise prévia do material da Cutia e prevê um bom aproveitamento.

Corpo técnico que vai atuar na nova parceriaNa Assembleia Guamarra mostrou uma técnica com aproveitamento de mais de 95% do minério, e foi aplaudido pela sociedade que mantém a confiança na COOMIC e na diretoria devido as provas de responsabilidade, seriedade e comprometimento que inclusive fez com que a cooperativa fosse a primeira e até o momento a única a dar algum resultado a sociedade.

“Estou grato a Deus porque mais uma vez nossa sociedade compareceu a Assembleia, mostrou interesse no desenvolvimento da Cutia e aprovou os itens do Edital que são importante para que nossa cooperativa avance. Obrigado a cada um que veio, enfrentou as horas de viagens para cuidar do patrimônio que é seu, e fiquem certos, Deus está conosco, por isso temos tido tanto sucesso e vamos continuar tento e tenho fé que em breve vamos produzir e dar resultado a todos nossos irmãos garimpeiros”, finalizou Raimundo Lopes.  

ImprimirImprimir

EDITAL DE CONVOCAÇÃO – COOMIC CONVOCA OS SÓCIOS PARA APROVAR O FIM DO CONTRATO COM A GRIFO E AVALIAR NOVA PARCERIA

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

lopes 2015

A Assembleia Geral Ordinária – AGO, será realizada na sede social da Cooperativa Mista do Garimpo da Cutia - COOMI, situada à Rua Principal, s/nº, Vila Cutionópolis, município de Curionópolis, Estado do Pará, no dia 29 de março de 2015. Essa será sem dúvida uma grande Assembleia, em pauta, o fim do contrato com a Grifo, além da apreciação e votação de proposta de nova parceira conforme segue na imagem abaixo do Edital.

 

Com certeza os irmãos garimpeiros estavam apreensivos e aguardando por notícias tão boas como essa: “Toda diretoria estava na luta, batalhando, trabalhando fazendo o possível para resolver todas as pendências e dar continuidade aos nossos projetos que é o grande sonho de todos meus irmãos garimpeiros, essa Assembleia será uma grande festa para nossos sócios porque temos a certeza que será mais um passo para ver a Cutia se desenvolver”, afirmou o presidente Raimundo Lopes.

 

O setor de comunicação da COOMIC esperou para atualizar o site e levar notícias porque aguardava pelas novidades que o presidente estava buscando em viagens corridas para Brasília, Belém e Marabá, uma maratona que foi vencida com a divulgação desse Edital: “Recebi várias ligações de sócios perguntando quais as novidades, e sempre respondi lembrando do empenho e das lutas do presidente Raimundo Lopes, e da comprometida diretoria da COOMIC, e todos nossos irmãos espalhados pelo Brasil sempre mandaram mensagens de otimismo e esperança porque a sociedade sabe do comprometimento dessa diretoria e agora estou feliz em poder atualizar o site da Cooperativa com um Edital tão importante”, relata Wenderson Costa, setor de comunicação da COOMIC.

 

“Estaremos na Cutia esperando nossos irmãos para discutir o futuro de nossa cooperativa, foi com fé em Deus que chegamos até aqui, e é com fé, esperança e trabalho que vamos avançar ainda mais, agradeço mais uma vez a todos os sócios e vamos em frente, em nome de Jesus”, finaliza Raimundo Lopes, presidente da COOMIC.

 

Abaixo, Edital na integra. 

 

edital coomic

ImprimirImprimir

COOMIC AGUARDA JUSTIÇA DEFINIR O FIM DO CONTRATO COM A GRIFO

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

raimundo-dnpn

Continua a batalha da diretoria da COOMIC para desenvolver o projeto Nova Cutia, justamente por isso presidente tem viajado e conhecido algumas usinas e modelos de mineração que podem se adaptar a realidade da região. Essas viagens têm sido constantes inclusive o presidente Raimundo Lopes foi ao Peru, país vizinho com modelo de mineração muito similar ao do Brasil, porém com tecnologias modernas e que podem ser aplicadas na Cutia.

“Essas viagens tem aberto portas, temos conhecido investidores e empresas de mineração que desenvolvem projetos com máximo de aproveitamento do minério, é exatamente isso que esperamos poder fazer na Cutia. Já sabemos que ela tem um grande potencial, agora precisamos descobrir como aproveitar ao máximo esse potencial”, explicou Raimundo Lopes, presidente da COOMIC.

Para que a cooperativa possa debater novas parcerias e desenvolver o projeto falta apenas que a justiça defina o fim do contrato de parceria entre a COOMIC e a GRIFO, o pedido pelo fim do contrato foi feito depois que a empresa parceira deixou de cumprir cláusulas contratuais importantes e parou de desenvolver o projeto na Cutia.

“Toda sociedade sabe que fizemos a parceria e acreditamos que seria positiva, e foi, afinal de contas estamos de posse de estudos e testemunhos que são valiosos para cooperativa, mas, a GRIFO, deixou o projeto parar e a sociedade não pode ficar esperando por isso recorremos à justiça e o juiz Danilo Fernandes já está ciente e deve dar um veredicto muito em breve”, foi o que afirmou o presidente.

O corpo jurídico da COOMIC está sendo reforçado para garantir que esse contrato seja cancelado em breve. Com o fim do contrato a COOMIC vai sentar com empresas interessadas em fazer parceria e ver qual melhor opção, mas o presidente explica: “Depois que vi os modelos de mineração com boa tecnologia percebi que dá para implantar um projeto em modelo simples, mas com bom aproveitamento, ou seja, quando fecharmos uma nova parceria acredito que será muito rápida a produção, é exatamente o que queremos e estamos trabalhando”.

É importante dizer novamente, o que está impedindo que os projetos da COOMIC se desenvolvam, é apenas a decisão da justiça, a cooperativa não pode fechar nova parceria enquanto não romper legalmente o contrato com a GRIFO, por isso que é importante a sociedade está ciente e entenda que só depende da justiça.

“Acredito que não vai mais demorar o fim desse contrato, a justiça já tem conhecimento, já recebeu os protocolos do pedido e a empresa não se manifesta, ou seja, de agora pra frente acredito que tudo será mais rápido”, explica o presidente.

“Quero fechar essa matéria agradecendo novamente meus irmãos garimpeiros, acreditem, não estamos parados, a COOMIC continua sendo uma cooperativa organizada e que busca resultados para os sócios, mas algumas coisas não dependem apenas de boa vontade, de trabalho ou determinação, mesmo assim vamos continuar trabalhando, diretoria da COOMIC e corpo jurídico para que esse contrato chegue ao fim e possamos caminhar com o projeto Nova Cutia” finalizou Raimundo Lopes.

“Obrigado meus irmãos, acredite, em nome de Jesus não vai mais demorar pra ver a CUTIA em operação”. 

ImprimirImprimir

Findamos um ano com vitória. 2015 será ainda melhor.

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

presidente-lopesMeus irmãos garimpeiros, esse foi um ano de muitos desafios, mas persistimos e continuamos fazendo da COOMIC a cooperativa mais organizada e a única que deu alguma coisa aos seus sócios. Mas tenho a certeza que isso só foi possível porque nossos irmãos garimpeiros espalhados pelo Brasil confiaram e acreditaram no nosso trabalho.

Quero agradecer a todos pelo carinho, confiança e por acreditar que vamos continuar fazendo a diferença, esse é um compromisso assumido com a sociedade da Cutia, mas também um compromisso que tenho com Deus de agir com honestidade, seriedade e respeitando o patrimônio dos irmãos sócios da Cutia.

Chegamos ao final desse ano com a certeza de que no próximo ano vamos poder realizar mais coisas boas para os irmãos da COOMIC, me empenhei bastante, viajei em busca de novidades e podem ter certeza, 2015 será de grandes novidades que já estão bem encaminhadas graças a permissão e a vontade de Deus.

Desejo a cada um dos meus irmãos garimpeiros sócios da COOMIC um Feliz Natal, que seja cheio de bênçãos, alegrias e felicidades, que o Espírito de paz se faça presente todos os dias do próximo ano, e que 2015 seja de grandes vitórias. Porque no que depender de mim, Raimundo Lopes, presidente da COOMIC tenham certeza que será, porque tenho um Deus que está do nosso lado que nos ajuda todos os dias e temos também uma diretoria séria, comprometida e toda família COOMIC está trabalhando para que você sócio seja o grande beneficiado.

Feliz Natal, próspero 2015. De toda família COOMIC e do seu amigo Raimundo Lopes, Presidente da COOMIC.

 

Feliz Natal,

Próspero Ano Novo!


ImprimirImprimir

Modelo de mineração do Peru poderá ser implantado na CUTIA

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

raimundo-dnpnRaimundo Lopes, presidente da COOMIC está no Peru a convite de investidores interessados em fazer parceira com a cooperativa. O presidente viajou para o país na quinta-feira. No país sul americano  Raimundo Lopes irá conhecer um modelo de mineração moderno e que tem bom percentual de aproveitamento de minério, esse mesmo modelo poderá ser implantado na Cutia.

“Recebemos o convite e estaremos fazendo essa visita para conhecer esse modelo que segundo fomos informados tem alto índice de aproveitamento e é isso que desejamos para a Cutia, que possamos aproveitar bem o minério e dar resultados aos nossos sócios”, explicou o presidente antes da saída.

Raimundo Lopes fez questão de frisar que são várias as empresas interessadas em investir na Cutia e que está primando pela melhor proposta e serão essas melhores propostas que serão levadas para apreciação da sociedade.

O presidente deve retornar na próxima semana e estará acompanhando junto a justiça o processo de quebra do contrato com a Grifo, o fim desse contrato é também grande porta para que um novo investidor possa fechar parceria e iniciar os trabalhos na Cutia.

“Estamos confiantes e continuo agradecendo todos os sócios que confiam no nosso trabalho, muito em breve vamos ter as boas notícias que todos esperam, com fé em Deus que tem nos dado forças para trabalhar dia a dia”, findou o presidente. 

ImprimirImprimir

Presidente da COOMIC viaja para BRASÍLIA

Escrito por Wenderson Costa Ligado .

presidente-lopes

O presidente da COOMIC Raimundo Lopes esta hoje em Brasília, duas rodadas de reuniões, a primeira no Departamento Nacional de Produção Mineral – DNPM e a segunda no Ministério de Minas e Energia. A rodada de reuniões faz parte de uma agenda pré-estabelecida de que visa integrar os interesses das cooperativas com as demandadas dos órgãos reguladores da mineração.

No DNPM a reunião será com o Diretor Geral Sérgio Dâmaso e será voltado o desenvolvimento mineral englobando parcerias e negociações para atender as normas reguladoras e legislação vigente da mineração. “Essa reunião é importante para que a cooperativa não deixe de cumprir suas obrigações e os nossos projetos que serão desenvolvidos em breve consigam o objetivo principal que é dar resultados aos garimpeiros”, comentou Raimundo Lopes.

Já a reunião no Ministério de Minas e energia será com as cooperativas e irá tratar de todo corpo mineral da região. A buscar por aprimoramento da mineração local será a principal pauta da reunião visando manter a garantia que os próximos projetos de não tenham problemas e possam se desenvolver.

“Apesar de estar em um momento muito importante na cooperativa com agendas importantes com empresas interessadas em investir na Cutia, não poderia deixar de participar dessa audiência a qual fui convidado, a COOMIC sempre trabalhou primando por cumprir as demandas dos órgãos competentes, por isso é uma das mais organizadas e sem nenhum problemas com os órgãos do Governo. E para manter isso precisamos estar sempre acompanhando as mudanças, regras e determinações dos órgãos competentes”, frisou Raimundo Lopes.

Retornando da capital nacional o presidente da COOMIC irá retomar as negociações com empresas interessadas em investir na área da Cutia, já apareceram algumas ideias de propostas que serão estudadas e outras que ainda serão recebidas assim que o presidente retornar da viagem.  E assim que concluir a analise técnica e jurídica das propostas elas serão levadas a apreciação da sociedade, é importante frisar que esse processo é lento como explicou o presidente.

“Tratar de mineração, como já dissemos é algo muito criterioso. Não podemos nos preocupar apenas em fechar uma parceria, é preciso não cometer os mesmos erros que foram cometidos por outras cooperativas, temos que manter o acerto da negociação das Curimãs, apresentar resultados e é por isso que nosso corpo jurídico e de técnicos da área de mineração estão debruçados sobre as propostas prévias apresentadas e estão a postos para analisar as demais que iremos receber assim que eu retornar de Brasília”, disse o presidente.

Para finalizar Raimundo Lopes fez como sempre faz. Agradeceu a compreensão dos irmãos garimpeiros sócios da Cutia. “Quero agradecer a vocês, pela compreensão, entendo que esperar é ruim como já disse também me incomoda essa espera, mas, é importante fazer tudo certinho para que tenhamos um resultado garantido e que seja duradouro, com um grande projeto e isso vai acontecer porque confiamos em Deus, e Ele está conosco. Vamos juntos ver a Cutia ser um grande projeto”.